Logo
Edit


    Nosso time de especialistas em ensino do futuro está à disposição para levar você até lá.







    Veja mais sobre a blox em nossas mídias

     Entenda como será a volta das aulas presenciais no ensino superior!

    No segundo semestre de 2021, pode haver o retorno das aulas presenciais em mais algumas universidades. Entenda como ele irá acontecer!

    O retorno do ensino presencial é um assunto que vem sendo discutido em todo o Brasil desde o ano passado. Com a segunda e terceira onda da COVID-19, as escolas e universidades ficaram fechadas o ano de 2020 inteiro, tendo apenas aulas online, através da educação à distância.

    Em 2021, com o avanço da vacinação, esse retorno está cada vez mais próximo, mas fazer isso de uma forma segura é algo essencial para a volta das aulas presenciais. Isso porque, no primeiro semestre, algumas instituições voltaram, mas houve um aumento nos casos de infecção pelo vírus e tiveram que fechar novamente.

    No entanto, atualmente, a maioria das pessoas acima dos 18 anos já se vacinaram contra o vírus, o que abre possibilidade para esse retorno, mas como isso seria feito?

    O retorno das aulas presenciais no ensino superior no segundo semestre de 2021

    Para entender sobre o retorno das aulas presenciais no ensino superior no segundo semestre de 2021, é preciso ter em mente que a última previsão do Ministério da educação é que isso seria feito em março de 2021, no entanto, a portaria publicada por eles também permitiram que as universidades postergar o retorno, de acordo com o cenário da pandemia no país. Isso aconteceu na maioria das instituições do país.

    Apesar de algumas terem voltado às aulas, como a Unicamp, universidade estadual que está tendo um retorno gradual das suas aulas presenciais, e o avanço da vacina, muitas faculdades federais e privadas ainda não vê condições sanitárias boas o suficiente para haver um retorno total das atividades.

    Por esse motivo, pode haver uma dificuldade na volta das aulas no segundo semestre de 2021 por uma grande parte das Instituições de Ensino Superior brasileiras, sendo o segundo ano sem aulas presenciais total, fazendo esse retorno somente de forma gradual, ou seja, com poucos alunos ou poucas aulas por semana.

    No entanto, ainda assim, é preciso que elas sigam alguns procedimentos sanitários, principalmente para que as aulas presenciais retornem em sua capacidade de forma mais rápida, mas quais são os protocolos que elas precisam seguir?

    Protocolos sanitários para o retorno das aulas presenciais

    Como citado anteriormente, o retorno das aulas presenciais tende a ser gradual e precisarão seguir alguns protocolos sanitários. Por esse motivo, muitas instituições podem adotar um sistema de rodízio entre os alunos e cursos para retomar suas atividades, ou seja, com a capacidade reduzida, podendo variar de 20 a 50% do total de estudantes matriculados na universidade.

    Além disso, medidas como distâncias entre carteiras e uso de máscaras devem ser obrigatórias, mesmo com o avanço da vacinação, além da disponibilidade de álcool em gel para os alunos.

    Outra coisa muito importante para os gestores pensarem que cada um dos estudantes possuem suas próprias necessidades, comorbidades, entre outros. Com isso, esse retorno também deve ser opcional, precisando oferecer o serviço de ensino remoto até o final do ano letivo. Além disso, é importante retomar alguns pontos importantes aprendidos nas aulas à distância antes de iniciar o próximo conteúdo.

    Equipe Blox

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *