Edit

Sobre Nós

O Blox é um novo conceito de organização curricular pautado na flexibilidade e autonomia do aluno montar a própria grade, com os tópicos que mais gosta ou que trarão maior retorno para sua formação.

Atendimento

 O futuro da educação digital!

Com diversos setores aderindo às novas tecnologias, como escritórios, agências, entre outros, o futuro da educação digital volta a ser debatido, mas qual será ele?

O isolamento social imposto para o combate da pandemia que assolou o mundo em 2020, trouxe novas visões para o futuro digital de diversos setores, sobretudo a educação. O ensino digital é algo que vem sendo debatido há algum tempo, mas esse ano, foi preciso colocar em prática.

Com diversas crianças, adolescentes e adultos sem poder ter aulas presenciais, as escolas e universidades brasileiras precisaram procurar soluções. No entanto, como esse assunto havia sendo debatido, mas não colocado em prática, um estudo realizado pelo CENSOEAD.br descobriu que apenas 29% dos gestores entrevistados se sentiam preparados para o ensino remoto, enquanto 61% se sentiam totalmente perdidos quanto a isso.

Com isso, um novo debate entra em jogo. Agora, como será o futuro da educação digital no Brasil? Professores e diretores precisarão ser treinados com tecnologias para dar aula? Novas tecnologias serão incrementadas ao ensino? O que vai mudar depois disso? Continue lendo o post de hoje do Blox e entenda!

O que ainda é preciso analisar?

O mundo digitalizado já é uma realidade. Empresas de diversos setores já estão se adaptando às novas tecnologias, no entanto, parece haver alguma resistência nas de ensino.

Segundo um estudo realizado pela Cognizant, muitas instituições têm sido mais lentas para adaptar seus programas e abordagens de ensino.

Segundo o diretor de comunicações da organização que realizou essa pesquisa, uma grande parte do orçamento das universidades vai para sua infraestrutura, mas, ainda que seja essencial, também é fundamental focar no ensino de competências importantes para o amanhã.

O uso da tecnologia na metodologia de ensino, como algumas aulas remotas, por exemplo, é muito importante para adaptar os jovens às novas competências que o mercado de trabalho exige, como o trabalho home office, que já é uma realidade.

Contudo, antes de capacitar os alunos para aprender com as novas tecnologias, as universidades também devem capacitar seus docentes para que eles consigam se adaptar ao ensino digital.

Mas quais são as novas tecnologias que podem melhorar a abordagem de ensino e entregar alunos bem mais capacitados para o mercado de trabalho?

Quando falamos sobre o avanço da educação digital, muitos acreditam que nos referimos somente ao ensino remoto, mas não é bem assim. Embora ele também seja importante para a adaptação das universidades ao novo “boom” da tecnologia, principalmente para os alunos se familiarizarem com o home office, também falamos sobre unir o ensino digital ao físico. Mas como faríamos isso?

Como citado acima, a medida em que a tecnologia evolui, muitos setores estão tendo que se adaptar a ela. Com as universidades, no entanto, vai além disso. O seu objetivo é entregar profissionais totalmente qualificados e capacitados para exercer suas funções no mercado de trabalho, que aumenta a exigência a cada ano.

Para atender aos requisitos, uma ótima alternativa é colocar uma metodologia de ensino de flexibilização curricular, onde os alunos poderão escolher as disciplinas que querem estudar, baseadas nos seus objetivos profissionais.

Com isso, as universidades conseguirão formar alunos mais qualificados e com mais capacidade para efetuar suas funções, com currículos totalmente únicos, conseguindo atender as exigências do mercado.

Além disso, você também trará ótimos benefícios para a faculdade, uma vez que diminuirá o número de evasões por desmotivação com a disciplina, aumentará o engajamento, acabará com as turmas deficitárias, terá mais captação de novos alunos, além de gerar ainda mais resultados, uma vez que aumentará a margem de contribuição e ensalamento em 3x, podendo realizar 4 entradas por ano.

A evolução tecnológica está beneficiando diversos setores, melhorando a forma como as pessoas trabalham e ensinam, e quando as universidades passarem as utilizar cada vez mais nas suas metodologias de ensino, seus resultados aumentarão ainda mais!

Equipe Blox

Powered by Rock Convert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.