Edit

Sobre Nós

O Blox é um novo conceito de organização curricular pautado na flexibilidade e autonomia do aluno montar a própria grade, com os tópicos que mais gosta ou que trarão maior retorno para sua formação.

Atendimento

 Gestão financeira de universidades: entenda como gerar mais receitas e reduzir custos.

Entenda como a gestão financeira de universidades está ajudando instituições a ter muito mais resultados!

O financeiro é o principal pilar que segura uma empresa. Como escolas e universidades também são negócios, esse setor também é importante para toda a estruturação pedagógica de ensino.

Por esse motivo, é importante que os gestores consigam fazer uma ótima gestão financeira nessas instituições.

No entanto, isso não é tão simples. Apesar de também estarem no setor empresarial, as universidades têm suas diferenças em relação às questões financeiras, uma vez que existem diversas sazonalidades e elas impactam nessa gestão, mas de maneiras diferentes.

Por isso, é importante entender quais são os principais desafios para que você consiga diminuir custos e ainda gerar mais receitas na sua instituição de ensino?

Mas qual é a verdadeira importância da gestão financeira em universidades?

Todas empresas, sobretudo instituições de ensino superior, precisam de um planejamento empresarial. É nele que você consegue definir suas metas, objetivos e quais são as principais estratégias para que eles sejam atingidos.

A gestão de recursos financeiros também deve estar presente nesse planejamento, para que seus objetivos possuam recursos suficientes para serem atingidos.

Por exemplo, caso você vá implantar um sistema de ensino à distância na sua universidade, reduzirá um pouco dos custos com energia, manutenção do local, entre outros, levando o orçamento necessário para baixo.

No entanto, enquanto diminui o orçamento com a manutenção, aumenta na implantação e é importante ter um planejamento financeiro de tudo o que será gasto, como equipamentos de filmagens, sistemas de ensino à distância, entre outros.

Além disso, nesse planejamento não deve conter somente os gastos para a implantação do sistema, mas também o retorno sobre o investimento que a universidade terá. Tudo isso é definido com uma gestão financeira eficiente.

Como funciona a gestão financeira em universidades?

Em uma instituição de ensino superior, ao invés do plano estratégico empresarial, existe um documento conhecido como PPP, ou seja, Projeto Político Pedagógico, que é um documento onde há diretrizes em que a universidade deve pautar suas ações. Nele, deve estar presente as seguintes informações:

  • Identificar a universidade, suas missões, valores e objetivos;
  • Divulgar os investimentos que serão realizados e como eles serão aplicados;
  • Divulgar os objetivos em todos os prazos estipulados;
  • Realizar a estruturação dos cursos e disciplinas;
  • Expor todo o plano de ação da universidade;
  • Informar as diretrizes pedagógicas.

Com isso, esse documento deve ser revisado e refeito anualmente, e é essencial realizar uma boa gestão financeira para criá-lo.

Mas como realizar a gestão financeira de uma universidade?

1 – Faça um planejamento estratégico

A primeira coisa que deve fazer para ter uma boa gestão financeira de universidade, é realizar um planejamento estratégico. É com ele que você define qual é o seu orçamento, o quanto pode gastar e o quanto precisará gastar.

Para identificar esses recursos, é essencial definir os gastos e receitas da sua instituição, como a mensalidade que os alunos pagam; fundo de investimento; vendas de ativos; empréstimos e financiamentos; e fomento mercantil.

2 – Defina as metas da sua instituição de ensino superior

Elaborar as metas da sua instituição pode ser uma tarefa um pouco difícil, mas é preciso equilibrar a execução de uma estratégia, sempre colocando quais são seus objetivos desafiadores contra resultados inspiradores.

Com isso, você consegue definir quais são as etapas que precisa seguir para alcançar cada um deles, criando metas através do seu planejamento e gestão financeira. No entanto, para defini-las, é essencial ter em mente quais dessas metas é mais importante no momento.

3 – Considerar alguns aspectos pedagógicos

Considerar os aspectos pedagógicos de cada disciplina também é muito importante para o planejamento estratégico e para a gestão financeira da universidade. Isso acontece porque as aulas podem ter custos diferentes umas das outras.

Por exemplo, se há aulas de português na escola, você tem um custo bem diferente do que o que gasto nas aulas laboratoriais, como química e informática.

Por isso, é essencial definir baseado nos aspectos pedagógicos, pois assim você consegue ter uma melhor noção de quantos recursos serão destinados para cada área da universidade.

Gostou do conteúdo? Então acompanhe o Blox nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades que vão trazer ainda mais resultados para sua universidade!

Equipe Blox

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.