Edit

Sobre Nós

O Blox é um novo conceito de organização curricular pautado na flexibilidade e autonomia do aluno montar a própria grade, com os tópicos que mais gosta ou que trarão maior retorno para sua formação.

Atendimento

 Pandemia e educação: quais lições a quarentena trouxe para o setor?

A proliferação da COVID-19 (doença causada pelo novo coronavírus) nas cidades brasileiras fez com que governos municipais e estaduais tomassem medidas emergenciais para combater o avanço do problema.

Nesse sentido, diversos segmentos foram afetados, uma vez que houve a necessidade de fechar as portas dos mais variados tipos de empresas, inclusive instituições de ensino. Então, como a pandemia e a educação se relacionam e quais foram as lições que a quarentena trouxe para o setor?

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você fique por dentro do assunto. Boa leitura!

Os impactos da pandemia no setor de educação

De acordo com Renato Pedroso, CCO e CMO do Blox, “se podemos tirar algo positivo com essa pandemia, é que com ela acelerou-se o processo de digitalização do sistema educacional brasileiro, tanto do setor público quanto do privado”. Devido às medidas de isolamento social, algumas iniciativas foram tomadas como uma alternativa para o momento, de modo que mantivesse a conexão entre alunos e docentes.

As ferramentas síncronas (aulas ao vivo), por exemplo, tem sido uma boa aposta para as instituições. Além disso, também começa a ser ajustado o porcentual de aulas assíncronas (EaD) no ensino superior.

Nesse cenário, o papel das EdTechs, ou seja, empresas de tecnologia voltadas para o mercado de educação, é essencial. Afinal, por meio dessas soluções existe a oportunidade de as instituições encontrarem a ponte indispensável para essa transição.

Os desafios que a pandemia trouxe para a área de educação

Entre os principais desafios que a pandemia trouxe para a área de educação, as aulas realizadas de forma remota se destacam, tanto aquelas feitas ao vivo quanto as gravadas. Afinal, encontros e estudos entre alunos e professores sempre foram efetuados de forma presencial, com o contato contínuo entre as partes e a possibilidade de adaptar o ensino conforme a necessidade dos estudantes para aquele conteúdo.

No entanto, houve a necessidade de se reinventar para dar prosseguimento à grade curricular. Por essa razão, diferentes formatos foram elaborados de aulas ao vivo, na qual virou prioridade número 1 encontrar as ferramentas mais adequadas para oferecer uma boa experiência tanto para os alunos quanto para os profissionais.

O Sistema Blox, logo nos estágios iniciais da pandemia na Ásia e na Europa, preparou uma ferramenta que pudesse atender o mercado de educação, promovendo alternativas muito além de apenas trazer a webconferência para o aprendizado. Por meio da Sala de Aula Virtual, um espaço com várias funcionalidades pensando nas particularidades desse sistema, instituições puderam se adaptar.

“Nada será como antes. A necessidade de buscar alternativas de aprendizado no mercado de educação são muito mais fortes que qualquer jargão que podemos utilizar nesse momento. É preciso que a escola esteja disponível para os alunos a todo momento, algo que deveria ter sido repensado antes da pandemia. A pandemia trouxe para o presente essa necessidade de reinventar”, destaca Renato.

A participação dos pais no aprendizado dos filhos

Diante deste novo quadro, existe a necessidade de inovar continuamente para manter o aprendizado dos alunos e também o engajamento dos pais para auxiliar em um contexto totalmente diferente ao qual estavam acostumados.

Caso contrário, responsáveis podem optar até mesmo pelo cancelamento das matrículas, uma vez que não há retorno por parte da instituição no desenvolvimento do adolescente (caso do Ensino Médio, por exemplo).

Além disso, os pais devem ser conscientizados de que os seus papéis são fundamentais nesse processo. É preciso manter um engajamento extra para que o aluno possa, pelo menos, ter disciplina e atenção às aulas e também às atividades.

Quando as escolas fizerem comunicados aos pais, precisam ressaltar também a importância de a rotina não prejudicar o desenvolvimento dos alunos, de modo que eles consigam acompanhar as propostas pedagógicas da instituição.

O papel da escola em um contexto de distanciamento

A comunicação é o principal ponto de atenção por parte das instituições. Ou seja, é preciso enviar continuamente aos responsáveis uma estrutura clara de como será o trabalho nesse período, em quais horas haverá interação, além de tornar periódico o envio de informações semanais. Como o engajamento é a peça-chave para o sucesso do aprendizado em um contexto desafiador, é preciso que essa interação seja constante.

Sabe-se que alterações na forma como se dá o ensino deixam os pais confusos e há os riscos de eles se perderem ou deixarem de acompanhar o processo. Por essa razão, a instituição deve cumprir com o que for acordado, com horários previamente definidos e efetuados, além de manter um padrão de ferramentas para uso — afinal, muitos softwares podem trazer ainda mais dificuldade de compreensão por parte dos responsáveis.

A educação em um contexto pós-pandemia

“Sabemos que mudanças profundas podem ser geradas e aceleradas a partir de eventos inesperados que afetam boa parte da população. É possível afirmar que a crise do coronavírus transformará inúmeros aspectos, inclusive o da educação”, explica Renato.

Devido ao distanciamento social, com milhões de alunos e professores (de todos os ensinos) exercendo as suas funções de forma remota, existe a necessidade de as instituições buscarem por inovação contínua.

Nesse sentido, é preciso incluir famílias, empresas, organizações sem fins lucrativos e governos na construção de um novo conceito, como já preconizado pelo Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova de 1932.

Para que tudo isso seja concretizado, a tecnologia deve trabalhar como uma importante aliada, uma vez que vai possibilitar o melhor formato de aprendizado. Nesse sentido, as instituições precisam entender essas ferramentas trarão diferentes soluções para o dia a dia de alunos e profissionais, possibilitando que as barreiras entre ambos sejam rompidas e que a escola possa expandir a comunicação para além do espaço físico.

Neste conteúdo, você pôde entender um pouco mais sobre a relação entre a pandemia e educação, quais são os reflexos que ela trouxe para a rotina das instituições, além de pontos que serão modificados a partir de agora. É preciso que as empresas busquem analisar a experiência atual para que as suas rotinas sejam transformadas de forma positiva, trazendo uma melhor experiência para alunos e também para profissionais.

Ficou interessado em saber como o Sistema Blox analisou a situação e proporcionou ferramentas que auxiliassem as empresas nesse sentido? Entre em contato conosco e converse com nossos profissionais!

Powered by Rock Convert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.